domingo, 20 de novembro de 2016

Que prazo é esse?

Por que se encontra hoje tanto "NO longo prazo" etc., como no titulaço da página 46 do Globo de hoje?

A gente entrega um trabalho NO PRAZO, pode comprar A PRAZO e até fazer um empréstimo MÉDIO ou LONGO prazo, não é?


Há quem tente justificar a coisa feia com a pergunta que se faz:

"Em que prazo?"

A resposta, me parece, seria "em um mês", "em dois anos" e por aí vamos, NO LONGO CAMINHO em busca de um Português menos estrambótico. De preferência, A CURTO PRAZO e, até, EM CURTO. NO curto, jamais.

Nenhum comentário:

Postar um comentário