terça-feira, 1 de maio de 2012

Depois da 'crocância'...

Primeiro, inventaram a "crocância" (argh!). Agora, resolveram que "croque" tem a ver com crocante.— mas, de acordo com o Houaiss, não tem. Diz lá, no verbete:

1) gancho metálico posto na extremidade de uma haste de madeira us. para facilitar as manobras de atracação de embarcação miúda; gancho com que negros dos EUA manejavam rolos de tabaco; meretriz; (... e segue por aí):

2) (...) ver sinonímia de cascudo.

Ou seja: hoje o setor gastronômico não vai bem no jornal.

8 comentários:

  1. Também costumo me incomodar com algumas coisas, mas me lembro que a língua é "viva", e sigo em frente.
    Assim não fosse, não usaríamos o termo "você" com a facilidade que usamos aqui no Brasil - e que tanto estranhamento causa aos portugueses.
    Hoje, por exemplo, tive que usar o termo "crocância" em uma foto no face de minha confeitaria portuguesa. Não achei que o termo "suave crepitar", ou algo semelhante, ficaria mais adequado... rsrs
    Paciência, c'est la vie...
    Muito legal o seu blog, parabéns.
    Abçs (também já me adaptei às praticidades exigidas pela digitação na net)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo seu gentil comentário, Nina.
      Só lamento não ter postado quase nada nos últimos dias, devido a compromissos variados.
      É muito bom saber que o blog está agradando.
      Abraços,
      Solange.

      Excluir
  2. Olá, Solange,

    não é a primeira desatualização que a gente encontra no Houaiss. Palavras como pepino, por exemplo, não apontam o significado de "problema, contratempo" – e que, portanto, é de uso familiar e corrente há décadas – limitando-se apenas ao legume. Além de outras.

    Mas é verdade que a palavra "crocante" já começa a fazer parte da língua (embora não conste do Aurélio, pelo menos o da minha edição) e é, com certeza, mais um galicismo para a nossa coleção. Admira-me, no entanto, que ainda não se fale "crustiante" no Brasil, e que tem mesmo sentido. Virá, um dia?...

    Enfim, "que le grand cric me croque" como diria um certo Capitão Haddock... *rs

    Bom domingo, abraços.
    André

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O crocante encontra-se lá, a crocância é que não está(acho que também não existe "la crocance" com esse sentido, mas meu Francês anda meio enferrujado).
      Mais que os neologismos nada criativos(não conhecem "São" Guimarães Rosa), incomoda-me a preguiça dos colegas para consultar dicionários, gramáticas e que tais.
      Adorei a citação do Capitão Haddock.
      Abraço e bom domingo pra você também, André.

      Excluir
    2. Tem razão, Solange, a palavra "crocante" está lá no Houaiss; só que eu não a conhecia em português. Assim como em francês, ela é também um adjetivo.

      Na língua francesa não existe o substantivo para o adjetivo crocante ( croquant, ou croquant segundo o gênero), pelo menos oficialmente. Existe sim, na pastelaria francesa, um tipo de biscoito que se chama "croquant". Neste caso pode-se considerar o biscoito "croquant" como substantivo (o "croquant"). Mas croquant(e) é apenas adjetivo.

      E a propósito dos neologismos do Rosa, lembro que, uma vez, escrevi um artigo falando do famoso "estória" dele em um blog meu. A palavra não existe em nenhum dicionário da língua portuguesa, mas muito brasileiros a adotaram. Pois é, aletrias de Rosa, causos… "estórias" de dar com o pé! *rs

      Boa semana pra você, um abraço.
      André

      Excluir
    3. Prezada Solange (ótimo blogue) e prezado André também, só uma coisinha: parece que crocância existe sim, segundo o site www.dicionarioegramatica.com.br a palavra já existe em dicionários inclusive do Houaiss e o site também mostra como a palavra já é usada em artigos profissionais há mais de duas décadas! Abs!

      Excluir
  3. Prezada Solange, ótimo blogue, mas só uma coisinha: parece que crocância existe sim, segundo o site www.dicionarioegramatica.com.br a palavra já existe em dicionários inclusive do Houaiss e o site também mostra como a palavra já é usada em artigos profissionais há mais de duas décadas! Abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Valentina.
      Meu Houaiss é antiguinho mesmo.
      "Crocância" e "refrescância" são neologismo surgidos na publicidade, respectivamente de biscoitos e dentifrícios (taí uma palavra que ninguém mais usa, por causa de "tooth paste").
      A língua é viva, eu sei, acho ótimo que inventem novos termos quando eles não existem no nosso idioma, mas confesso que tenho implicância com modismos. rs
      Abraços.

      Excluir