domingo, 4 de dezembro de 2011

Essa doeu!

Mal termino de escrever a respeito de uma nota do Ancelmo e bato o olho numa crase que quase me derruba da cadeira, aqui diante do computador.

Está lá, bem grande, no título "Sentaí metido à besta".

Antes de perpetrar a bobagem, recomenda-se a todos os colegas que experimentem achar um correspondente masculino para ver se cabe "ao". Por exemplo: "metido a inteligente". Vale também "passou de cavalo a burro".

Se alguém conseguir usar a preposição + o artigo em uma expressão do gênero, prometo que engulo essa crase indigesta com batatas!

9 comentários:

  1. RSRSRS, também luto contra crases indigestas. Se for possível e se der tempo, gostaria que você lesse o texto "A crase, essa persona non grata" que escrevi como forma humorística de chamar a atenção sobre essas coisas: http://www.recantodasletras.com.br/gramatica/4266938

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou ler o texto, Eduardo, obrigada.
      Se eu demorar um pouquinho, não repare.
      É que todo ano eu trabalho numa festa literária em Madalena, feita pelo povo da cidade, e acabei de chegar.
      Deixa só eu acertar o "fuso horário". rsrsrs
      Abraços.

      Excluir
  2. Professora, e se frase for, por exemplo: ELA É METIDA A INTELIGENTE.

    grato

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo caso: não tem artigo; portanto, não tem crase.
      Tente o masculino. Você diria "ele é metido AO inteligente"?

      Excluir
  3. Dúvida sanada, valeu professora.Q Deus te abençoe sempre, lencionando bem cada vez mais e mais!!!

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Dúvida sanada, valeu pela dica.Q Deus te abençoe sempr a ajudar a cada um de nós em várias coisas, inclusive a forma correta de escrevermos, cada vez mais e mais, maravilha!!!

    ResponderExcluir
  6. Dúvida sanada, valeu pela dica.Q Deus te abençoe sempr a ajudar a cada um de nós em várias coisas, inclusive a forma correta de escrevermos, cada vez mais e mais, maravilha!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que consigo ajudar um pouquinho com meu blog, Samuel.
      Muito obrigada!

      Excluir